Introdução

Sons podem ser divididos em quatro aspectos fundamentais: Altura, Duração, Intensidade e Timbre.

Altura/Pitch/Frequência

Altura (também conhecida como nota musical) é o posicionamento do som pelos conceitos de graves e agudos, incidentalmente em sua frequência. Sabendo que os sons são vibrações, e fácil fazer uma associação, ondas de maior “largura” produzem sons mais graves, e as de menor, sons agudos.

introducao-01

A frequência de uma nota é medida em Hertz (Hz), sendo que a audição humana, em geral, se extende por uma frequência que vai de 20 Hz à 20.000 Hz. Os instrumentos e a voz também possuem uma faixa de frequências limítrofe, abaixo temos um diagrama mostrando alguns exemplos.

introducao-02

As notas devem ter a mesma altura (não confundir com volume), mesmo que em diferentes instrumentos, pois são definitivas. Para tanto, os instrumentos devem ser ajustados (afinados) para tocarem as devidas frequências corretas, existe uma padronização onde a nota fundamental (Lá Central) tenha 440Hz, e as outras notas aumentam ou diminuem a sua frequência de forma constante, sendo assim, possível afinar todos os instrumentos. (mais sobre estes cáclulos podem ser vistos no final deste artigo)

Outra nota importante e o Dó central, normalmente a tecla central do piano, mais a frente vou falar sobre as claves, mas, acredito que todo mundo já teve algum contato com uma partitura e nos símbolos (claves) que ficam no inicio das mesmas, temos, principalmente a clave de sol e a de fá, uma usada para as notas mais altas/agudas, e outra para as mais baixas/graves, alguns instrumentos usam uma ou outra clave (existem outras além destas duas), outros instrumentos, como o piano, usam as duas claves, e o Dó central e a nota que divide exatamente as notas entre sua metade aguda e sua metade grave.

introducao-03